Voltar para  Tênis  notícias
Nadal garante seu segundo Grand Slam no ano e Bianca desbanca Serena
Sep 9, 2019, 3:25:00 PM

Nadal garante seu segundo Grand Slam no ano e Bianca desbanca Serena

Ao longo do final de semana ocorreram as finais do Aberto dos Estados Unidos. O último Grand Slam do ano de 2019 teve momentos emocionantes e a despedida de uma das maiores lendas do tênis feminino. Serena Williams deu adeus ao sonho de mais um título para a sua carreira vitoriosa.

As semifinais já foram emocionantes, as quais ocorreram na sexta-feira (6). Depois foram dois dias para que os jogadores pudessem se recuperar para a grande final. No lado masculino os vitoriosos da etapa semifinal do Aberto dos Estados Unidos foram Daniil Medvedev e Rafael Nadal.

Já do lado feminino a final foi entre Bianca Andreescu e a norte-americana Serena Williams. Uma novata, de apenas 19 anos, e uma jogadora experiente na modalidade com seus 37 anos. Esses duelos históricos marcaram as quadras do US Open e trouxeram emoção aos que foram ao estádio no domingo (8) ver as finais.

Apesar do Aberto dos Estados Unidos ter acabado, a chance de você dar o seu palpite no jogo de tênis está sempre presente. Há campeonatos acontecendo e oportunidades de ganhar dinheiro com apostas. Aproveite para fazer o seu cadastro e prepare-se para o próximo grande jogo da modalidade.


Sem Federer, Nadal garante título do US Open

Relembrando os momentos incríveis que passou no ano de 2019 em Roland Garros, Rafael Nadal repetiu a dose em mais um Grand Slam inesquecível para o espanhol. O número 2 do ranking da ATP aproveitou-se do fato de seus principais adversários não conseguirem chegar a etapa final do US Open para ficar com a taça da competição.

Para Novak Djokovic, principal adversário de Nadal, o Aberto dos Estados Unidos teve fim nas oitavas de final. O sérvio viu Stan Wawrinka aplicar 3 a 0 e acabou não aguentando o jogo, admitindo desistência. A vitória do suíço animou Nadal, que agora não teria mais o número 1 do ranking da ATP pela frente.

Sem o seu principal adversário, Nadal estaria preocupado com Roger Federer, já que o suíço, número 3 do ranking, vinha em busca do seu primeiro título em Grand Slams no ano. O jogador da Suíça ficou em segundo lugar em Wimbledon e não conseguiu ainda ter a taça de um grande torneio no ano.

Mas, para a tristeza dos torcedores suíços, Federer e Wawrinka foram eliminados nas quartas de final. O número três do ranking da ATP perdeu para Grigor Dimitrov e Stan viu seu sonho terminar quando Daniil Medvedev venceu por 3 a 1. Enquanto isso, Nadal vencia Diego Schwartzman por 3 a 0.

Na semifinal foi a vez do italiano Berrettini sentir a fúria de Nadal. Rafael conseguiu vencer por 3 sets a 0 e chegou com força total para a grande final com Medvedev. O russo de 23 anos mal sabia que enfrentaria a fúria do espanhol com força total na decisão do Aberto dos Estados Unidos de 2019.


Decisão quase tem virada histórica

A decisão de Nadal e Medvedev foi marcada por muita emoção. O espanhol começou o jogo impondo seu ritmo. Rafael conseguiu fazer 7 a 5 no primeiro set e depois ainda aplicou 6 a 3 no segundo. Parecia que seria mais um passeio do segundo lugar do ranking da ATP, mas o russo tinha outros planos.

Medvedev mostrou poder de reação e conseguiu vencer Nadal no terceiro set por 7 a 5. Rafael tentou confirmar o título no quarto game, mas viu seu adversário mais uma vez conseguir a vitória, dessa vez por 6 a 4. Quando as coisas pareciam que estavam ficando a favor do jogador russo, o espanhol resolveu voltar ao jogo.

Nadal, no set decisivo, conseguiu controlar suas emoções e venceu por 6 a 4. Medvedev, mesmo tendo um melhor desempenho em aces, acabou vendo o espanhol levantar a taça do Aberto dos Estados Unidos de 2019. Com o resultado, Rafael segue em segundo lugar no ranking da ATP, enquanto Daniil está em 4º.


Um ano sem grandes conquistas para Serena

Mais um Grand Slam que se vai, e mais uma vez Serena Williams não é a grande campeã. A norte-americana bem que tentou, mas a jovem canadense não permitiu que ela controlasse a pressão e conseguiu vencer sua adversária por 2 sets a 0 no último sábado (7). As duas jogadoras já haviam se encontrado no Aberto do Canadá, e a vitória também havia sido da canadense.

Andreescu venceu Serena no Aberto do Canadá após a norte-americana desistir. Mas a situação para Williams seria bem diferente no US Open. A experiente jogadora de 37 anos sabia que tinha plenas condições de vencer a sua adversária, mas aparentemente a jovem atleta de 19 estava mais bem preparada psicologicamente.

Serena apresentou características de nervosismo ao longo da partida contra Andreescu e perdeu bolas fáceis. Williams também ficou irritada com os erros no começo do confronto, e Bianca tirou vantagem do desequilíbrio psicológico de sua adversária para conseguir impor seu ritmo e vencer o primeiro set por 6 a 3.

No segundo set Williams tentou entrar com a cabeça mais bem organizada, mas Bianca ainda assim mostrou frieza e conseguiu impor mais uma vez o seu estilo de jogo. A canadense venceu por 7 a 5 e deixou a norte-americana com mais um vice-campeonato este ano. Com a derrota Serena não conseguiu nenhuma taça de Grand Slam em 2019.

É a segunda final consecutiva que Williams perde em Grand Slams. Em Roland Garros a norte-americana perdeu para sua compatriota Sofia Kenin por 2 sets a 0 e ficou também com o vice-campeonato. Com os resultados, Ashleigh Barty segue em primeiro lugar no ranking da WTA, seguida por Karolina Pliskova e Elina Svitolina.

Nas duplas masculinas o título do Aberto dos Estados Unidos ficou com Juan Sebastián Cabal e Roberto Farah, que venceram Marcel Granollers e Horacio Zeballos por 2 sets a 0. Nas femininas a vitória foi de Elise Mertens e Aryna Sabalenka, que venceram Ashleigh Barty e Victoria Azarenka por 2 sets a 0. Nas mistas o título ficou com Jamie Murray e Bethanie Mattek-Sands, que venceram Chan Hao-ching e Michael Venus também por 2 sets a 0.


Palabras: Josh Dixon

Imágenes: PA