Voltar para  Tênis  notícias
Ucraniana tenta parar ímpeto de Williams no Aberto dos Estados Unidos
Sep 5, 2019, 1:19:00 PM

Ucraniana tenta parar ímpeto de Williams no Aberto dos Estados Unidos

A campanha de Serena Williams no Aberto dos Estados Unidos chamou a atenção dos fãs de tênis. A norte-americana conseguiu eliminar Wang Qiang por 2 sets a 0 na última terça-feira (3). A chinesa tinha mandado para casa a australiana Ashleigh Barty e vinha bem, até encontrar a número 8 do ranking de tênis feminino.

Histórico é pior para Elina

As previsões para Serena Williams vs Elina Svitolina mostram que a norte-americana tem maior vantagem frente a sua adversária da Ucrânia. Apesar de estar no número 5 do ranking mundial, a ucraniana já perdeu 4 dos 5 confrontos que teve contra a atleta dos Estados Unidos.

O primeiro encontro entre as duas atletas foi em 2012, e Serena Williams levou a melhor, vencendo por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1. As jogadoras tiveram uma nova partida somente em 2015 e, mais uma vez, a norte-americana venceu.

Ainda em 2015 Serena e Elina se encontraram novamente, só que dessa vez pelo Cincinnati Masters. A ucraniana viu novamente Williams levar a melhor vencendo por 6/4 e 6/3, mantendo sua invencibilidade contra Svitolina.

Em 2016 novamente Serena venceu por 2 sets a 0, as parciais 6/1 nos dois games. Ainda no mesmo ano as duas jogadoras tiveram um novo encontro nos Jogos Olímpicos, realizados no Rio de Janeiro.

Elina viu sua primeira vitória contra Serena acontecer no Brasil, quando conseguiu fazer 6/4 e 6/3, eliminando Williams dos Jogos Olímpicos de 2016. Agora, depois de três anos, as duas atletas voltam a se encontrar, com a norte-americana querendo dar o troco.

No Aberto dos Estados Unidos deste ano Elina já eliminou a irmã de Serena. Venus perdeu por 2 sets a 0 para a ucraniana e deu adeus ao evento norte-americano. Svitolina tem ao seu favor o fato de estar mais bem posicionada no ranking feminino do esporte.

O ethereum casino está movimentado, mas nada comparável as apostas em tênis ao longo dos próximos dias, já que os jogos decisivos do Aberto dos Estados Unidos acontecerão e definirão quais serão os finalistas.


Palavras: Josh Dixon

Imagens: PA